Parente que mora longe

Quem tem um parente longe, sabe do que se trata este post. Eu tenho uma irmã, Mariana que mora em Barcelona, por isso minhas constantes viagens para a Espanha. Dessa vez meus motivos principais para mais uma visita, foram especificamente duas: (1) O aniversário da Greta (4 anos) e (2) Conhecer o Gael (4 meses)

Meus sobrinhos, foram os responsáveis por eu atravessar o Oceano Atlântico – mais uma vez – por uma breve estada de apenas de 10 dias. Foram 10 horas e 25 minutos na ida + 11 e 10 minutos na volta, assistindo e comendo tudo que a Singapura Airlines podia oferecer de bom, em termos culinários.

Detesto os horários deste voo, ele sai de Guarulhos às 17:50 da tarde, chegando às 09:15 da manhã, ou seja na hora que eu começo a pegar no sono, chegou, sendo que o fuso horário está 5 horas na frente. Já na volta, ele sai às 10:00 horas da manhã, o que me faz acordar bem cedo para pegar o voo e, chega em São Paulo às 16:10 da tarde, uma eternidade tediosa durante o dia.

200

A única vantagem é que não existe conexão nesta linha, um pequeno alívio, porque é terrível parar em Madri (ou qualquer outra cidade) e, ter que esperar o próximo voo, morrendo de sono, fome e exausta.

Enfim, um pequeno drama básico para mostrar o esforço que é visitar um parente (que inventou de morar no estrangeiro, né?!). Por isso, desde já eu aviso os meus filhos, claro, de uma forma bem democrática “Vocês estão proibidos de se casar com gringos, sejam eles de qualquer lugar do planeta Terra, pode chorar, espernear, gritar, mas não pode casar, ok?”. Espero que o cuspi não caia na minha testa. Amém.

giphy

Logo no aeroporto sou recebida pela minha irmã e pelo sorridente Gael. Um bebê master fofo, pesando 7 quilos de pura gostosura. Bichinho fofo, passei todos esses dias sendo um misto de tia, babá e esmagadora de plantão dele. Afinal, quem resiste à aquelas bochechas e dobrinhas?!

No meio da tarde, foi a vez de me encontrar com a Greta. Fui buscá-la na escola e esperei dentro do carro escondida, tchanannnn, “Olha, quem veio pro aniversário da Gretchen?!” – sim, eu a chamo de Gretchen, só pra irritar a mãe dela (Rsrs) – recebi um sorrisão e um monte de beijos, além de ouvir “Dindaaaa, você vai dormir comigo?!”. Awwwwnnnnn, meu coração não aguenta!!!

giphy-1

Ou seja, preciso repetir a frase de Fernando Pessoa “Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”. Tudo na vida vale a pena para quem sabe aproveitar tanto as experiências boas, quanto as más. Não vai ser um monte de horas dentro de um avião, que vai me impedir de visitar meus pequeninos, né?!.

1464038265_246_11-coisas-úteis-que-você-pode-fazer-ao-invés-de-voltar-com-seu-ex

Martinez e sua bela vista

A vista é deslumbrante, tanto de dia, quanto de noite. O Martinez é um típico restaurante catalão, tanto que você não encontra aquela quantidade imensa de turistas. Pra quem gosta da culinária espanhola, certamente este é um dos melhores lugares para saborear uma Paella bem farta, ou no meu caso, um delicioso Fideuà.

Os pratos são super bem servidos, portanto se você não estiver esfomeado, o melhor é dividir. O atendimento é muito gentil, os garçons sempre ajudam você nas escolhas dos pratos, ou sugerindo novas opções. Faça reserva, porque ele está sempre cheio, caso contrário terá que esperar vagar uma das concorridas mesas, principalmente as mesas que ficam na varanda.

Chegar no Martinez, exige um pouco de conhecimento, afinal ele não está localizado no centro e sim, no alto do Montjuïc. Se for de carro, dê uma olhadinha no mapa, tem estacionamento no local, mas se preferir ir de taxi, com certeza qualquer taxista conhece o local.

Eu nesta minha estadia catalã, tive o privilegio de ir duas vezes ao restaurante, uma durante o dia e oura durante a noite. São duas vistas distintas e igualmente maravilhosas. Na segunda vez, fui com a minha afilhada Greta ~ que mesmo sendo criança, se comporta muito bem em ambientes de adulto ~ ou seja, pode levar o pequenos, que são muito bem vindos.

martinez 1

martinez 2

martinez 3

Martinez 4 martinez 6

collage
mappa

Ctra. de Miramar, 38, 08038 Barcelona, Espanha
+34 931 06 60 52

Fotos: DQZ

Minhas praias em Barça

Barcelona, minha querida Barça. Mais um verão passamos juntas, e não foi qualquer verão, sem dúvida eu não me lembrava de ter passado tanto calor por terras catalãs.

As temperaturas diariamente passavam dos 30* graus, tiverem dias em que chegou a bater os 38* graus, com sensação térmica de uns 40 e poucos.

O jeito era ir para as praia aliviar todo esse calor. E falando em praias, Barcelona é uma fartura, tem para todos os gostos e bolsos. Querem ver?!

IMG_1073

IMG_1072

La Barceloneta fica em Ciutat Vella e ao lado dos bairros de El Born, El Gòtic, El Poble-sec, La Vila Olímpica, El Raval, Sant Pere/Santa Caterina, Sant Martí e Sants-Montjuïc. Tem 5 kilometros de extensão, ou seja podemos escolher o lugar mais adequado para a nossa conveniência, seja ao lado do agito ou não. Cada pedacinho de praia é dividida por nomes, como se fosse um posto, tipo o nosso Posto 9.

• Barceloneta a praia do centro (ao lado do Hotel W), é também a praia dos guiris (turistas do mundo todo), dos pegadores e pegadoras (adolescente, jovens e tigrões), das massagistas (na sua maioria vindas da Indonésia – puro achismo de quem deduziu pelo rosto!), dos vendedores (indianos, capazes de produzir um barulho insuportável) e cia limitada – leia-se: crianças, mulheres e adultos.

Segue a lista das praias: Praia de Sant Sebastià, Praia de Sant Miquel, Praia de La Barceloneta, Praia de Somorrostro. Todas ficam uma ao lado da outra, bem perto.

• Nova Icària, andando um pouquinho mais para o lado oposto, ou pegando o metrô e parando na estação Ciutadella/Vila Olímpica, você consegue uma praia relativamente mais calma e longe dos vendedores/massagistas. O mar é mais tranquilo, dá pra nadar sem problemas. Uma delícia.

Segue a lista das praias: Nova Icària, Bogatell, Mar Bella, Nova Mar Bella e Llevant. Detalhe, todas essas praias foram construídas para os Jogos Olímpicos de 1992.

• Agora, andando um pouco a mais, você chega nas praias mais afastadas e tranquilas. Praia Gava fica a uns 30 minutos de carro (pra quem sabe o caminho, né?!) a praia tem um dos melhores restaurantes da cidade ~ Kauai ~ frutos do mar, peixe na brasa, além das tapas espanholas. Tudo de primeira, quer ver?! tem mais  AQUI.

FullSizeRender 6

FullSizeRender 4

Dicas importantes:

Todas essas praias alugam cadeiras e guarda-sóis (mas em dia cheio, tudo acaba rápido), claro os preços $ variam de acordo com o point.

Se você não quer gastar muito $, leve sua canga ou toalha, todo mundo se ajeita com elas pela areia.

As massagistas cobram cerca de 5 euros para massagear suas costas por 5 minutos, tudo feito de forma, como eu posso dizer, caseira, na sua toalha mesmo. Achei meio nojento, não faria.

Vendedores passam gritando e fazendo barulhos irritantes, escolham as praias sem eles.

Algumas praias são preparadas para cadeirantes, com caminho e cadeira própria para entrar no mar.

Os famosos “Chiringuitos” de praia, oferecem uma variedade de comidas, são ótimas opções para almoçar, comer uma paella e tomar uma cava. Recomendo: Pez Vela e Escribà.

Em frente ao Hotel Arts Barcelona, ficam as boates, seus restaurantes abrem durante o dia para o almoço, já durante a noite, viram balada. A Pacha tem um “chiringuito” delicioso, experimente a comida japonesa deles.

FullSizeRender 3

Enfim, foram dias maravilhosos de muito sol e nenhuma nuvem pra atrapalhar. O único inconveniente era tentar se arrumar no final do dia, depois de um dia de praia neste calor.

Já pararam para pensar, quem consegue ficar bonita pra tirar foto?! imaginem então, foto de “Look do Dia”?! qual maquiagem não vai derrete?! juro, fico admirada do poder, quando vejo as “colegas blogueiras” no saltão e no carão, nas fotos do insta.

Quero ser como elas, quando eu crescer. 🙂

SAM_3043

playa Fotos: DQZ