Uma das coisas que me dá mais prazer na vida é ter a oportunidade de ver uma boa exposição, e essa eu não iria perder por nada. Afinal, já basta a lacuna fashionista no meu curriculum, de não ter visto a exposição Savage Beauty do estilista Alexander McQueen, ano passado no MET.

Logo na entrada, um diálogo entre a atriz Judy Davis interpretando Elsa Schiaparelli e sua conterrânea a estilista Miucca Prada, discutem suas afinidades e diferenças.

Schiaparelli, é conhecida entre outras coisas por fundir arte com a moda, sua proximidade com artistas, como Salvador Dali inspiraram suas criações um tanto surrealistas, como o chapéu- sapato.

Miucca, a estilista que é formada em Ciências Políticas, cria moda para mulheres inteligentes, inovadoras e ousadas, com forte ligação no pós-modernismo.

Agora a pergunta que fica é, se elas realmente tem algo em comum em termos de criação?! talvez não, mas é fato que uma foi e a outra é uma estilista, que a sua maneira inovaram o modo de ver e vestir a moda, cada uma ao seu tempo.

Se estiver em Nova Iorque, não deixe de visitar a exposição, como sempre o The Metropolitan Museum se supera a cada vez.

O diálogo

A exposição

A exposição contém 90 peças e 30 acessórios…

…divididos em sete galerias temáticas: “Waist Up/Waist Down,” “Ugly Chic,” “Hard Chic,” “Naïf Chic,” “The Classical Body,” “The Exotic Body,” and “The Surreal Body”

As peças de Schiaparelli selecionadas para a exposição, são criações das décadas de 1920 e 1950…

…as da estilista Miuccia Prada, são do fim dos anos 1980 até os dias de hoje

“Me interesso pelas vidas das mulheres em geral, o motivo pelo qual eu amo aventais. Ele é um tema recorrente no meu trabalho, porque é um símbolo do sofrimento da mulher, do desespero da mulher, da sua pobreza, das suas paixões. Eu adoro drama e romance. É uma das razões pelas quais eu amo joias antigas – gosto de viver as vidas de outras mulheres”.

Miucca Prada


“Quando o vento arranca o chapéu da sua cabeça e o faz voar cada vez mais longe, é preciso correr mais reapido que o vento para alcançá-lo. Eu sempre soube que para construir mais solidamente, às vezes somos obrigados a destruir, a fim de estabelecer uma nova elegância para as maneiras brutais da vida moderna”.

Elsa Schiaparelli

As máscaras usadas nos manequins da exposição são do design Guido Palau

A exposição fica até o dia 19.08 no The Metropolitan Museum/NY

Fotos: Betty Sze para Models.com

Posts relacionados

  • 05
    Reverso — Coleção Outono/ Inverno 2012
    Pessoal, ficou pronto o catálogo com as fotos da campanha da Reverso 2012 que eu orgulhosamente trabalhei na produção. Liderado por Alex Menk, as fotos tiveram inspiração na cidade italiana da Toscana. A coleção está cheia de peças-chave, como... Continue lendo
  • serie_up5_up6_armchair_and_footstool3
    UP5 de Gaetano Pesce
    HALL DO FASANO Quando entrei no hall do meu andar, no Hotel Fasano do Rio de Janeiro, logo reparei na poltrona a minha frente. já tinha visto uma dessas, na casa de uma amiga arquiteta e sempre achei muito... Continue lendo
  • Luxo — inauguração do Studio TMLS
    A inauguração da segunda loja do Studio TMLS em São Paulo, nesta terça-feira no Morumbi Shopping, foi literalmente um luxo. Entre drinks e aperitivos, o universo fashion se reuniu em torno da descolada loja de sapatos vanguardistas. O som... Continue lendo
Comentários
  1. Natália | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *