The Little Black Jacket

the little black jacket

Imaginem o clássico casaco de tweed da Chanel, sendo recriado de diferentes formas e estilos, pelas lentes do Kaiser da moda, Karl Lagerfeld e pela super editrix, Carine Roitfeld.

É sobre isso que se trata a exposição fotográfica “The Little Black Jacket”, que acaba de chegar ao Brasil e que viaja por vários países. Várias são as celebridades, artistas e personalidades retratadas por Lagerfeld – Uma exposição pra quem gosta de moda, imperdível.

E como, diz Lagerfeld sobre o tão famoso casaco “Ele é atemporal e símbolo de elegância feminina”. Vocês concordam?!

collage

collage

Untitled

Untitled

Untitled

The little black jacket

Untitled

Luciana Micheletti

Liliane Ferrari

Ontem, para celebrar a mostra que passa por terras paulistanas, a marca armou uma grande festa de inauguração, que contou com a sisuda presença do Senhor Lagerfeld e sua entourage fashionista.

DramaQueenZen - The Little Black Jacket

Agora o ponto alto da festa, foi literalmente o show da cantora M.I.A. que agitou a pixxxta e levou uma galera pra dançar com ela – EU e minha amiga LILI, FOMOS pro palco!!!!

collage

The Little Black Jacket

Parque do Ibirapuera – OCA – Museu da Cidade
Avenida Pedro Álvares Cabral
De 31 de Outubro a 1º de Dezembro

Horário de funcionamento: das 10h às 19h – Diariamente
Entrada gratuita

Fotos: DQZ

Carine Roitfeld – a editrix

Sou apaixonada por livros de moda, se vou à uma exposição, fatalmente saiu com um livro nas mãos. Já não tenho mais lugares em casa para tantos deles.

Quando soube que a ex-editora de moda da VOGUE FRANCESA, viria ao Brasil autografar seu mais novo livro IRREVERENT, eu pensei, lá vai mais um livro para a minha coleção.

Cheguei na livraria da Vila no dia marcado para a sua chegada, comprei o livro que custou R$274,00 reais e fui para a fila logo a frente. Durante o tempo que aguardei para ter meu livro assinado, fiz novas amizades – o que alegrou a minha espera, afinal de contas ficar de pé em cima do salto 12 sem nenhuma distração ninguém merece, não é mesmo?!

Minutos de ansiedade e finalmente chegou a minha vez de conhecer a editrix CARINE ROITFELD, com seu sotaque francês falando inglês, travamos um pequeno diálogo.

Ela me perguntou com um simpático sorriso – ” Qual o seu nome querida?!”

Eu respondo  – ” Luciana”

Em seguida, – ” O que você faz?!”

– ” Eu tenho um blog, um blog de moda”

– ” Muitas meninas como você e que também possuem blogs de moda vieram hoje aqui”  (adorei ser chamada de menina por ela)!

– ” Vieram por sua causa”

Ela sorri e começa a escrever a dedicatória. Em seguida peço uma foto e prontamente sou atendida com a mesma doçura do começo do nosso pequeno diálogo.

Pronto. Agora posso voltar pra casa, devorar o livro e procurar um lugarzinho especial para ele, afinal CARINE me cativou!!

O livro contem 368 paginas e mostra a sua trajetória em 30 anos de carreira, incluindo fotos de família e recados de estilistas.

Agora, olha só o que ELA escreveu pra mim!!!

“Para Luciana

Boa sorte com o seu blog de moda!

Você é o futuro da moda!

Com carinho

Carine”

Love, LuMich

Fotos: DQZ

Saia Lápis — revival

Joan Crawford – 1945

História: Moda

Com o início da Segunda  Guerra Mundial (1939-1945), a moda passou por um período longo de recessão e as roupas femininas, agora, mais masculinizadas, passaram a ter as suas saias mais justas — sem a abundância de tecidos, que na época eram racionados, o visual se-tornou padronizado.

A saia lápis então, segue pelas décadas de 40 e meados da de 50 — até o surgimento do New look de Christian Dior.

Tendência: Saia lápis

Sempre elegante a saia lápis volta com ares renovados, apesar de ser um eterno clássico, ela voltou mais moderna e aberta a novas combinações — o que de fato é a diferença.

Com ela mais contemporânea, as opções são múltiplas, desde uma blusa de seda até uma camiseta podrinha, tudo vai depender do seu estilo. Na altura do joelho e ajustada no quadril, não tem quem não fique elegante e com um ar de poderosa vestindo uma saia dessas.

Personagem: Carine Roitfeld

Ex- diretora da Vogue sabe como ninguém vestir uma saia lápis, em suas fotos mundo afora, Carine usa e abusa deste clássico dando o seu toque fashionista e fugindo do óbvio.

Conclusão: Eu quero uma!!

Visual poderoso, sofisticado e muito chic, a saia lápis pode ser uma ótima opção para o dia ou a noite — tudo vai depender de como você vai montar seu look.

Carine Roitfeld


Fotos: Reprodução