Valorizando a silhueta

Quando eu faço o estudo de Consultoria de Imagem, uma das primeiras análises é sobre o biotipo da cliente. Por que?! porque é fundamental saber ao certo, as particularidades do corpo. Vou me usar como exemplo: sou uma baixinha de pernas longas e tronco curto.

Sempre vou ter a tarefa de esconder minhas imperfeições, que estão situadas sempre em volta da barriga, tenho pouca cintura (quando engordo um pouco, ela some de vez), por outro lado, posso abusar das minhas pernas, que são finas (tipo siriema), o que facilita o uso de todo o tipo de roupa mais curta, do que comprida.

Sendo assim, prefiro optar por proporções que valorizem este meu biotipo. Minha escolha pelo short evidência isto, além de vestir uma blusa de corte reto, que não marca a minha cintura. O resultado fica harmonioso. Depois é só enfeitar, com colar.

LuMich DIP_2854 DIP_2835 DIP_2818 DIP_2858

Fotos: DQZ

LuMich tira suas dúvidas: casamento diurno ao ar livre


Querida Lulu-Glorinha,

Serei madrinha de um casamento às 10 da manhã em Janeiro, numa igreja em frente ao mar na Bahia, que contará com uma recepção-almoço (com perfil descontraído) após a cerimônia.

A noiva pede que as madrinhas só usem longuete (nada de longo ou acima do joelho) e da mesma forma quer que usemos chapéu (entendo como casquete, não?). Por favor, me ajude sugerindo algo.

Obrigada!

Minha cara leitora,
Casamentos pela manhã são ocasiões que não exigem muitos protocolos. Por isso, a melhor pedida são vestidos mais curtos (porém comportados), tailleurs e alguns conjuntos de duas peças também são aceitos.

No seu caso, em que você será a madrinha, e conforme o pedido da noiva, ela indica o vestido longuete, um comprimento que fica logo abaixo do joelho. Outra possibilidade é seguir a tendência do mídi, comprimento que fica mais abaixo e bem no meio da perna.

Em relação à cor do vestido, leve em consideração a época do ano e o calor da Bahia. O melhor é optar por uma cor clara (não precisa ser pastel!), mas se optar por alguma estampa, lembre-se de ser discreta.

Invista em tecidos como a seda, o cetim ou o crepe, deixe o linho e o algodão para as demais convidadas.

Opte por bolsas delicadas, de médias a pequenas. Carteiras, além de modernas, são ideais.

Os pés pedem sapatos e sandálias de salto alto. Se o modelo do vestido na parte de baixo tiver  uma saia evasê, um salto anabela também pode ser usado.

Se a noiva faz questão, mire-se no casamento da princesa e use uma delicada casquete (fascinator).

Outra opção é o chapéu de aba mais larga — em dias mais ensolarados o chapéu é obviamente mais eficiente, porém a casquete tem seu charme.

Todas as duas opções são perfeitas para looks diurnos.

Click nas fotos da galeria abaixo e inspire-se nos looks:

Fotos: Reprodução

Postado: LuMich

Consultoria de Imagem

Uma dúvida frequente das pessoas em relação a consultoria de imagem é que muitas não sabem bem ao certo o que uma consultora faz e muitas vezes confundem com personal shopper, que é aquela pessoa que somente vai orientar suas escolhas na hora da compra, sem um conhecimento mais amplo.

Como consultora de imagem formada pela FIT – Fashion Institute of Technology de Nova Iorque, me sinto à vontade para explicar as funções e o objetivo de uma consultoria.

Uma consultora de imagem é especialista em aparência visual, comunicação verbal e não verbal. Ela oferece um trabalho diferenciado, seu objetivo principal é educar o cliente sobre seu ABC.

A – Acentuar

B – Balancear

C – Camuflar

Ensinando cada pessoa a reconhecer e aprender com o seu tipo físico, estilo, formato de rosto, cor, proporções. Não existe um estilo certo e nem um estilo errado, o que existe é um estilo que se encaixa com a sua própria personalidade, o mais importante para um resultado bem sucedido é o de tornar mais eficaz e convincente a verdade que trazemos em nós.

Toda mulher em qualquer idade, deseja sentir-se bonita e atraente (mesmo que para outras mulheres), afinal, queremos sempre sermos aceitas e uma consultora de imagem acredita que cada pessoa tem potencial para ficar bonita.

Mas, até que ponto devemos nos preocupar em relação a nossa imagem e a forma como nos vestimos?

O maior critério de julgamento dos outros em relação a nossa pessoa, está focado na nossa aparência e na forma como nos vestimos. Numa primeira impressão 55% é baseado na nossa aparência, 38% baseado no nosso tom de voz e apenas 7% nas nossas palavras. Ou seja, muitas vezes a primeira impressão é a que fica.

Diante de todas essas informações é difícil não se importar com a aparência, mesmo para quem não se preocupa com essas questões, ou acha pouco relevantes, mas, contra fatos não hà argumentos.

Então, vamos ao trabalho oferecido por uma consultora de imagem, focada em clientes particulares.

Você sabe qual é o seu estilo? podemos dividir em 3 partes:

Estilos que valorizam os Clássicos/ Básico

Natural

Tradicional

Elegante

Estilos que valorizam a sexualidade

Romântico

Sexy

Estilos que valorizam a individualidade

Criativo

Dramático

Para descobri-ló um simples questionário com perguntas sobre suas preferências comportamentais e de personalidade dão às respostas. Uma pessoa pode muito bem ter mais de um estilo, mas, sempre um será predominante.

Em seguida, parte-se para uma outra fase onde o consultor analisa as características físicas, que são:

Ideal ou X: ombros e quadris alinhados, cintura fina.

Triângulo invertido: ombros largos e quadris estreitos. Em geral os seios são médios à grandes e a cintura pode ou não ser definida.

Triângulo: ombros estreitos e quadris largos. Em geral seios pequenos ou médios, coxas grossas e cintura geralmente definida.

Oval: acima do peso, silhueta arredondada.Em geral pescoço curto, seios médios ou grandes, pernas grossas e bem desenhadas.

Retângulo: Ombros, quadris e cintura alinhados.Sem cintura definida e pernas geralmente finas.

E o formato do rosto pode ser :

redondo, quadrado, triângulo invertido, oval, coração ( diamante) e comprido (retangular).

coração

Em seguida, uma minuciosa analise cromática é feita seguindo as estações da natureza.

QUENTE

Primavera – paleta com cores vibrantes, abertas, energeticas e claras

Outono – paleta com cores fechadas, concentradas, queimadas e naturais

FRIO

Verão – paleta com cores apagadas, lavadas, suaves e neutras

Inverno – paleta com cores picantes, nítidas, distintas, fortes e contrastantes

Cada pessoa pode usar uma variação da mesma cor, desde que o valor, a temperatura e a intensidade estejam corretas para aquela pessoa, por isso, é tão importante o estudo das cores, a partir dele você simplifica suas escolhas — a cor que ilumina o meu rosto não é necessariamente, a mesma que ilumina o seu.

Diante de todas essas informações a consultora de imagem prepara um relatório com todas as informações do cliente onde identifica todos os pontos fortes e fracos e, é nesse momento em comum acordo, que uma nova proposta de estilo em todas as suas pontas se inicia.

Portanto, se tiverem dúvidas em relação ao seu estilo, confiem em uma consultora de imagem para explorar todo o seu potencial.

Fotos: Reprodução

Postado: LuMich