LOOK DISNEY

Cheguei FINALMENTE na última parte da minha viagem de férias, e como o melhor sempre fica para o final – Here comes DISNEY!!!

Agora vou começar minha peregrinação pelos parques, uma andança sem fim, isso sem contar no excesso de junk food e calorias ingeridas por dia, dieta aqui não existe.

E nessa época do ano aqui no hemisfério Norte, uma das coisas mais chatinhas é escolher a roupa apropriada para ir aos parques, já que estamos no inverno.

O dia começa frio, vai esquentando e no final do dia esfria novamente, pode parecer simples essa tarefa, mas na verdade – não é.

Então, vamos às 3 regras básicas:

1- Primeiro de TUDO, escolha uma roupa comfortável.

2- O sapato NÃO pode atrapalhar.

3 – Ficar carregando peso, JAMAIS.

Minha opção, foi uma calça skinny com stretch que não aperta nada. Uma bota com solado de borracha e SEM salto, própria para andar. Uma camiseta e um cardigã fininho, esquentou é só amarrar na cintura.

Agora, o melhor foi não levar bolsa e sim minha capinha/bolsa de celular, uma praticidade sem FIM.

Com vocês, O LOOK DISNEY!!

Fotos: DQZ

Chapéu — to wear or not to wear?!

That is the question?!! Por que, aqui no país abençoado por Deus e bonito por natureza usamos tão pouco chapéus?! e não vale contar a praia, porque isso é óbvio.

O fato é que sempre que qualquer pessoa (não famosa) usa um chapéu no meio da rua, todo mundo olha como se fosse uma melancia na cabeça — eu adoro usar chapéu, mas confesso que me sinto muito mais à vontade usando fora do país do que aqui — e, é tão engraçado, porque nosso país é quente e tropical, super propício ao uso deste acessório que cria um look incrível, e mesmo assim é tão pouco aceito.

Aliás, o chapéu não deve ser usado só no verão, nada como se proteger do frio, esquentando as orelhinhas com um chapéu bem quentinho, do tipo Fedora — feito exclusivamente de feltro.

A tarefa de escolher um chapéu adequado parece fácil, mas não é — é muito importante encontrar o tamanho apropriado de chapéu que combine com o seu tipo de rosto, criando assim uma harmonia entre eles.

Existem vários modelos de chapéus: Panamá, que é feito na verdade no Equador. Cowboy, levemente amassado na copa. Floppy, de abas mais largas e tecido maléavel — Cada um para cada tipo de estilo.

Portanto, além de proteger dos raios UVA e UVB é sinal de estilo e elegância. Com isso o DQZ lança a moda para o verão 2012 #vamosusarchapéu.

Nossa amiga Libni Cruz (lindona) não dá bola para os outros e não deixa seu Panamá no armário

Fedora

Panamá

Floppy

Panamá

Floppy

Panamá

Floppy

Panamá

Fedora

LuMich, Cora e Ana de chapéu by Disney (uma ótima opção)!!

Fotos: Reprodução e DQZ