London – Diário de Viagem

IMG_9741

Cheguei em Londres ontem, depois de um longo voo (11 horas) – não consigo me acostumar a escrever voo sem o acento circunflexo – enfim, só tive forças para entrar no quarto do hotel e dormir até o dia seguinte. Ok, um pouco de exagero, mas deixei pra bater pernas no dia seguinte.

Após meu café/almoço – cesar salad – encaro meu primeiro desafio do dia, me achar no metrô de Londres.

mapa_metro_londres_g

O simpático homem da bilheteria começa a responder a minha simples pergunta “Vou ficar uma semana, tem algum bilhete para esse tempo?!” depois de alguns minutos falando e falando, ele pergunta, “Então o que preferi?!” eu olho pra cara da minha filha, que fala inglês fluentemente (ou deveria, afinal ela estuda em colégio americano) e pergunto “Cora, o que você acha melhor?!” na mesma hora tivemos um ataque de risos, obviamente ela também não entendeu patavina do que o cara falou. #nãoentendosotaqueinglês.

Conclusão, peguei o bilhete, paguei e até agora não sei o que comprei. rs…

Meu destino do dia é o museu Victoria and Albert ou VA para os mais íntimos, vou direto saber sobre a exposição do cantor David Bowie que está completamente lotada neste dia, compro então o bilhete para o próximo dia – aguardarei ansiosa até amanhã.

Sigo para a Brompton Road e chego na famosa loja de departamento Harrods, lotada e cheia de ofertas, dou uma volta na sessão feminina e milagrosamente não me interesso por nada – meu marido vai ficar muito feliz quando ler esta parte do post, tenho certeza.

IMG_9769 2

Volto para o hotel, só depois de uma pequena ajuda de um bondoso passante, ele me diz onde fazer a baldeação para a linha certa do metrô que eu não conseguia pegar.

Eu e minha fiel companheira Cora nos arrumamos para o jantar, pego dessa vez um taxi e vamos para o restaurante Cipriani – que não chama mais Cipriani e sim C London – pontualmente sentamos à mesa.

Para escolher a entrada o garçom brasileiro me ajuda na tradução de  beetroot = beterraba, em seguida fomos de gnocchi e de sobremesa dividimos uma torta de limão dos deuses. A comida é ótima, o lugar é meio, como costumamos falar no Brasil, de “véio”.

IMG_2486

E pra fechar a noite, uma foto saindo do restaurante, agora bem alimentadas.

IMG_2490

23/25 Davies Street
Between Grosvenor Street & Mount Row
London W1K 3DE, UK

Fotos: DQZ

 

A estilista Patrícia Bonaldi

Finalmente, conheci a loja da estilista Patrícia Bonaldi, que fica nos Jardins em São Paulo.

Eu e a Rebeca, a fotógrafa oficial do DQZ, fomos super bem recebidas por sua equipe que nos deixou super à vontade para escolher todos os looks para essa matéria.

A estilista mineira é conhecida por suas roupas de alta costura cheias de bossa e, em breve lançara a sua segunda marca a Pat Bo, para um público mais jovem, sem perder sua sofisticação.

A Harrods de Londres fez sua encomenda e passará a vender alguns de seus modelos, consolidando mais ainda o talento da estilista, que já vende no Oriente Médio, Rússia e Europa.

Marca: Patrícia Bonaldi.

Estilista: Patrícia Bonaldi.

Materiais: Paetês, rendas, pérolas, bordados feito à mão.

Ponto alto: modelagem apurada e acabamento primoroso.

A loja

LuMich by Patrícia Bonaldi

Fotos: Rebeca Figueiredo para o DQZ

Luggage Phantom, o meu novo hit da Céline

Em Londres, resolvi ir no primeiro dia de liquidação da Harrods, loja de departamento inglesa.

Logo na entrada a cena foi surreal, uma multidão desesperada andando de um lado para o outro em busca das melhores ofertas.

O alvo principal da grande maioria feminina dentro da loja, eram as bolsas – 10 entre 10 mulheres, desejavam as da marca francesa, Céline.

Phoebe Philo, a estilista responsável por tantos hits entre as fashionistas, criou tanto desejo entre nós, que o estoque de bolsas da loja acabou bem na minha vez…

Sai de lá triste e arrasada, achando que voltaria para o Brasil sem a minha Céline. Mas, minha sorte mudou quando em outra loja de departamento, a Selfridges, eu encontrei o que procurava.

A minha bolsa Céline é uma versão mais descontraída da bolsa Luggage, seu nome é Luggage Phantom, conhecida pela forma quadrada, larga e pelo couro mais duro.

Ela é ideal pra você guardar toda a sua casa dentro dela (literalmente), tem espaço de sobra pra tudo que precisar, inclusive, no meu caso pro meu novo Yubz Talk.

Enfim, estou feliz e contente com a minha mais nova aquisição fashionista by Céline.

Minha Céline Luggage Phantom/Spring 2012

Céline Luggage Mini

Céline Bi-Cabas

Céline In Box

Quem usa?!

LuMich

Nicole Richie

Street Style

Fergie

Street Style

Street Style

Harley Viera- Newton

Street Style

Fotos: Reprodução