Kim, tamo junta!

Foi só ela desabafar “A gravidez é a pior experiência da minha vida”, pra um bando de moralistas caírem matando em cima da rainha da família Kardashian. Vou me juntar a ela, também detestei essa experiência e quando li seu desabafo, apesar de tardio (no meu caso) resolvi escrever mesmo assim.

Fiquei grávida duas vezes, aos 23 anos e aos 27 anos e me senti mal igualmente nas duas vezes. Na primeira, passei os três primeiros meses vomitando todo santo dia, sofria com os enjoos constantes, que não me davam trégua e nem a menor vontade de sair da cama, minha disposição era zero.

giphy-2

Pra piorar, eu estava preparando o meu casamento, ou seja eu era (literalmente) a noiva zumbi indo de um lado para o outro, tendo que resolver milhares de coisas, desde as músicas para a entrada da igreja, até participar das milhares de provas do meu vestido, antes da barriga explodir de vez.

Assim, que os meses passavam a azia aumentava, e, como aumentava. Dormir uma noite inteira era quase impossível, seria muito mais prático, andar com uma privada a tiracolo, porque a minha bexiga enchia com a mesma velocidade da luz. O desconforto era enorme.

Quando eu tinha um compromisso social, seja ele uma festinha de criança, um chá de bebê, um casamento, um aniversário ou um simples jantar, tudo isso era um grande suplício pra mim, nada, nada ficava bem em mim. Eu sofria, em ter que me arrumar pra essas ocasiões. Me odiava.

A segunda gravidez não foi diferente, mas agora eu tinha um agravante: uma criança de 3 anos pra cuidar, além da barriga. Ou seja, além de todos aqueles sintomas desagradáveis, os intermináveis enjoos dos 3 primeiros meses, as dores nas costas, o cansaço sem fim, o sono desesperador de todas as grávidas, o inchaço nos pés, blá, blá, blá. O lado emocional pegava.

E, é por isso, que eu não recrimino a Kim por esse desabafo tão sincero, pelo contrário, me solidarizo, apesar do meu tempo de grávida ter passado (há tempos), apesar dos perrengues da gravidez terem ficado no passado, certamente eu passaria por tudo isso mil vezes, se necessário fosse, óbvio, mas mesmo assim não me venha dizer que a gravidez é sublime, perfeita e maravilhosa…apenas me deixem e deixem a Kim.

giphy

*  Em tempo, o que eu e Kim sentimos durante a gravidez, NADA, NADA tem a ver com o amor que sentimos pelos nossos filhos, que isso fique bem claro, para quem ainda não entendeu o nosso ponto de vista, ok?!!

Fotos: Reprodução

Sobre a coleção Kim Kardashian West para C&A

Kim Kardashian West para C&A

Kim Kardashian West para C&A

O furacão Kim Kardashian West passou e agora podemos realmente falar sobre a sua coleção feita em parceria com a C&A. Para quem não conhece o estilo de Kim, ela abusa dos tecidos justos e das transparências ~ seu último red carpet no Baile do Met, certamente ela foi uma das mais “peladas” ~ além, é claro, de muita barriguinha de fora, marcando a sua cinturinha de pilão, única parte do corpo ultra-fina se comparada com suas curvas e seu famoso derrière.

Enfim, nós consumidoras iremos encontrar tops cropped, saias, vestidos, retilínea, bandagem, fio com lurex, ponto roma e viscolycra. A coleção contempla oito modelos em jeans como calças, camisas, saia e tops.

O hit da parceria, certamente são as saias lápis e os top cropped, marca registrada de Kim, que dentro da cartela de cores é possível criar vários looks e combinações. Bodies sensuais, com modelos repletos de recortes e transparência, obviamente. Já a sandália metalizada e os escarpins com salto fino em preto e nude são modelos básicos em qualquer produção da diva.

Após, o lançamento para convidados, aconteceu uma pré-venda da coleção, eu fui conferir e acabei levando algumas peças por incrível que parece, apesar de não amar o estilo de Kim para mim, sou completamente avessa a esse universo de roupas justas, marcando o corpo, algumas peças fizeram sentido, principalmente por serem básicas, como a saia lápis que segura até o seu útero, literalmente.

Achei a qualidade impressionante dos tecidos e realmente os preços são de fast fashion, ou seja vale a pena dar uma passadinha pra conhecer e experimentar a coleção. Tenho certeza que as meninas mais novinhas, leia-se adolescentes, vão adorar os crop tops e as mais maduras e que seguram o estilo sexy vão se achar nos vestidos À la Kim Kardashian.

collage

A coleção Kim Kardashian West para C&A estará disponível em lojas selecionadas de todo o Brasil, a partir do dia 21 de maio com preços que variam de R$ 25,90 a R$ 189,00. Além disso, as peças já podem ser adquiridas pelo e-commerce www.cea.com.br a partir de hoje.

collage

Fotos: Divulgação e Henrique Dip para DQZ

Kim Kardashian West entre dates e selfies

Quando você esta em uma coletiva de imprensa com Kim Kardashian, as perguntas, apesar da orientação prévia da assessoria de que não seriam aceitas perguntas pessoais, foram apenas tentativas, porque o povo queria mesmo era saber tudo sobre a sua vida (em detalhes), desde qual tinha sido a roupa usada por ela no primeiro encontro com Kanye, a melhor posição para tirar uma selfie, até que tipo de look a veste melhor.

Com toda paciência, inclusive para perguntas idiotas completamente inapropriadas, como esta, “Você dançaria o nosso funk?!”, que foi arrematada por uma musiquinha ridícula cantada pelo entrevistador em questão. Kim, se saiu muito bem em todas elas e para não deixar ninguém chupando o dedo com os inúmeros pedidos de uma selfie básica com a toda poderosa, ela mesma resolveu tirar uma super selfie de todos nós na platéia. O resultado é esse foto incrível, e olhem com atenção quem esta por lá…eu.

Selfie with Kim

Vídeo: Henrique Dip/Foto: Reprodução