Templo de Kinkakuji – Kyoto

Não, eu ainda NÃO acabei as minhas postagens sobre o Japão. Não tenho culpa da minha viagem ter sido incrível (modesta, eu?!) e por conta deste detalhe, ainda ter muito o que contar pra vocês, por isso, hoje é dia de DQZTrip.

Chegamos em Kyoto, por aqui o que não falta são templos, tanto que o pessoal costuma dizer que estamos na “cidade dos mil templos”, imagina, na verdade são quase 3.000 mil templos, vejam só vocês. Ou seja, o primeiro passeio do dia, não poderia ter sido em outro lugar, não é mesmo?!

Templo de Kinkakuji ou Pavilhão de Ouro, é uma verdadeira obra de arte que reflete toda a sua majestosidade, às margens de um lago e de um maravilhoso jardim oriental, onde juntos formam um dos mais famosos patrimônios mundiais pela UNESCO.

Esse templo foi reconstruído em 1955, após um fanático monge ter incendiado essa maravilha arquitetônica, mas logo após o incidente, o templo recebeu novas camadas de folhas de ouro. Podemos observar os 3 andares do tempo e suas diferentes construções, o andar térreo é marcante pela falta de ouro, ele possui estruturas de madeira e gesso branco. Já o primeiro andar em estilo bukke (construção ao estilo samurai) e o segundo andar (estilo salão chinês), são repletos de ouro.

Certamente, quem vier para Kyoto, deve passar por este templo, além de ser um dos mais conhecidos ~ o que faz dele, um dos mais visitados por turistas, mas principalmente ele está cheio de crianças japonesas, quase sempre todas muito alegres ~ o visual do templo refletido na água é único.

Untitled-620x76

Untitled

SAM_1816

Untitled

SAM_1820

SAM_1822

SAM_1821

SAM_1828

Untitled

SAM_1826

Como chegar: é possível ir de metrô, ônibus ou táxi.

Horário de funcionamento: o templo abre diariamente das 9h às 17horas.

Fotos: DQZTrip

 

Dois templos em um dia Tōdai-ji & Horyuji

Otimizar é a palavra chave aqui no Japão, afinal chegar até aqui foi uma longa jornada, e, eu não posso saber se um dia voltarei…por isso, meu tempo aqui é precioso.

No mesmo dia, em que embarcamos no trem bala com destino a kyoto, pegamos um translado para a cidade de Nara ~ primeira capital do Japão que sofreu uma forte influência da cultura chinesa ~ é nessa cidade que se encontra os antigos santuários xintoístas, templos budistas e muitos outros patrimónios históricos. Minha primeira parada foi no Templo Tōdai-ji, construído no período 710 – 794 AD no pelo Imperador Shomu.

todai-ji-620x133

templo-620x874

japão 1  trip

japão 3 - trip

japão 2 - trip

Um pouco antes de entrar no templo, a atração fica por conta dos veados (milhares deles), todos espalhados pelos arredores, convivendo pacificamente com os turistas, afinal eles são considerados ~ os mensageiros dos deuses xintoístas.

japan - trip

luMich - trip Japan

japan trip 6

japan trip

japão trip 7

buda - japan - trip

japan - trip

Esta é a maior estátua do mundo de bronze do Buda Vairochana, é a essência de todos os budas, do qual emanam os cinco budas da meditação. Suas medidas são impressionantes:

Peso: 500 toneladas

Altura: 14,98 metros

Rosto: 5,33 metros

Olhos: 1,02 metros

Nariz: 0,5 metros

Orelhas: 2,54 metros 

Esse exagero de proporções, quase levou o país a falência, afinal metade da população do Japão na época, cerca de 2.180.000 pessoas trabalharam na construção da estátua, isso sem contar que toda a produção de bronze foi consumida.

japão trip

japan - trip 8

japan - trip

Horyuji

saiin garan temple

horyuji

Horyuji temple 1

horyuji temple 2

Horyuji temple 3 LuMich

Considerada a mais antiga construção do mundo em madeira, com 1.300 anos o Templo Horyuji, localizado na cidade de Ikaruga (província de Nara) foi uma daquelas visitas surpreendentes, primeiro porque a construção é lindíssima e segundo porque o meu grupo chegou praticamente nos minutos finais antes de fechar o templo, ou seja nada de turistas, além de nós, é claro.

Horyuji  temple - Japan

Horyuji temple

Horyuji temple

Horyuji temple

LuMich - Horyuji temple

Em 1993, Horyuji foi considerada Património Mundial da UNESCO, seu fundador o príncipe Shotoku, construiu este complexo com hall principal, 5 andares e um portão central, todos localizados no templo da Saiin Garan, que datam do século VII.

Horyuji temple

Horyuji temple

Fotos: DQZ/Japão