Sneakers revival

 

Se a gente olhar pra trás, ele sempre esteve por lá ~ os sneakers ~ seja na década de 80 ou na década de 90, cada qual ao seu modo, eles sempre fizeram sucesso.

Ultimamente, é que eles andavam meio renegados apenas para as categorias de academia de ginástica, compras pela 25 de Março, domingo no parque, viajando de avião, caminhada da paz, ou qualquer outro tipo de atividade que exija conforto e um certo desprendimento fashion.

Agora, esqueça essa prerrogativa da moda, o que era, não é mais, porque a partir de agora, o ~ sneaker, ou o nosso velho tênis de guerra ~ volta ao cenário fashionista, one more time. E, com tudo!!

Não existe, nenhuma complexidade para sair montada no novo look/visual, usando seus novos sneakers, versão fashionista. Simples, tudo o que fazia antes, com a sandália, escarpim ou sapatilha, você pode agora fazer trocando pelos sneakers, que ainda assim vai ficar muito legal, vai por mim, eu garanto.

Sem medo de trocar o clássico salto alto pelo tênis, a novidade vai ser prazerosa, principalmente no quesito dores no pé. Uffa, que alívio.

3

4

5

A nova mania tem modelos e uma variação de cores enorme, como podemos ver pelas fotos acima, mas tem também uma facção “das modas”, que prefere tudo branco, ou seja uma pegada mais vintage, eu diria.

São os sneakers em modelos all white, que combinam com um estilo mais low-profile ou como andam dizendo por aí ~ normcore ~ eu já escrevi sobre este novo fenômeno, por AQUI.

6

8

E Você, o que vai ser?! vai de colorido, branco ou preto?!!

Fotos: Reprodução

VERT – o ecológico

Untitled

A marca VERT (verde em francês) foi criada pela dupla François-Ghislain Morillion e Sébastien Kopp, que deram tchau aos seus respectivos empregos e partiram, para uma viagem que acabou durando um ano.

Vert

Impressionados com a Floresta Amazônica, eles decidiram criar um tênis 100% ecológico, e para isso acabaram “caindo nas graças” das nossas matérias-primas, ou seja uma fabricação 100% brasileira.

Para os franceses, o Brasil ofereceu uma base com forte apelo social e ecológico, por isso toda a matéria prima é cultivada no país.

1343333919

Como isso é possível?!!

O algodão utilizado nos tênis é cultivado, sem insumo químico, por associações de agricultores. São aproximadamente 700 famílias que seguem o princípio da agroecologia, um modelo agrário de desenvolvimento sustentável.

 A borracha vem de uma associação de seringueiros da reserva Chico Mendes que, em parceria com o WWF e o Governo do Acre, são responsáveis por 40 famílias de seringueiros, que extraem a matéria prima do coração da Floresta Amazônica – Eles também seguem o modelo de comércio justo, por isso os seringueiros possuem sua propriedade e são donos do seu próprio negócio.

O couro utilizado no produto também passa por um processo diferente: ao invés de ser tratado com cromo, o couro é curtido com extratos de acácia, um tanino natural e não poluente.

VERT Tenis

A coleção chega ao Brasil – isso mesmo, chega, porque apesar de ser produzido aqui, apenas recentemente (ele que já faz sucesso no exterior), será comercializado – com os seguintes modelos: Volley, é o modelo ícone da marca e foi inspirado nos tênis de Voleibol dos anos 70, Tauá, modelo de alto verão, e Esplar, o novo estilo da estação.

Porém, seu mais novo lançamento é inspirado no macaron, aquele docinho francês (engordativo), redondinho e granulado.

macaron3

O preço do tênis, varia entre R$195 a 289 reais, e, pode ser encontrado nas seguintes lojas: Choix, House of Sneakers, Cartel 011 e Zapalla, além da venda online AQUI.

VERT2013

E aí, gostou?! além de estiloso, o tênis é ecológico e feito em terras tupiniquins, simplesmente o máximo, não é mesmo?!!

Fotos: Reprodução