Hamburger em Nova York: The Spotted Pig

10270828_10205440514869426_6599117187360131799_n
Que os americanos são os melhores fazedores de hamburgueres do mundo, isso todos nós já sabemos ~ desculpe os que não acham, mas pra mim, eles são imbatíveis ~ por isso uma dica pra de um bom restaurante é sempre muito bem vinda, não é mesmo?!

Recentemente, na minha última vez em Nova York eu fui apresentada a um restaurante super discreto, de esquina, que muito provavelmente eu teria passado reto se não estivesse combinado de encontrar minhas amigas por lá. E foi, exatamente nele que eu comi um dos melhores hamburgueres da minha vida, e, eu não faço por menos, entupo de catchup e maionese pra ficar perfeito.

O Lugar aceita reserva, mas só deixa sentar quando todos estão presentes (coisa bem comum por aqui), por isso antes de todas nós chegarmos, demos uma paradinha no bar, eles tem drinks deliciosos, eu fiquei no meu velho e bom Cosmopolitan. Obviamente, o ponto alto foi o hamburguer, macio, saboroso e com uma batata frita fininha de comer rezando, preciso voltar para Nova York só pra comer novamente esse hamburguer ~ boa desculpa para uma nova viagem, hein?!

11046586_10205441212766873_3861672555095772454_n

11071087_10205440782156108_7176867743813713231_n

blog_spottedpig

v1.4

pig

Sem título

314 West 11th Street, at Greenwich Street
New York, NY 10014

Fotos: DQZ e Reprodução

Mais uma vez em Nova York

john-f-kennedy-jfk-airport-airports-in-new(p-location,1039)(c-0)

Já perdi a conta de quantas vezes desembarquei no aeroporto internacional John F. Kennedy em Nova York, não me canso de voltar pra essa cidade, tem um imã gigante que me atrai, tenho certeza absoluta disso. Me sinto uma verdadeira local, tanto que não reservo nenhum motorista, simplesmente arrasto minha mala e vou direto para o ponto de taxi, o preço sempre sai mais em conta (por volta de U$60 dólares, menos da metade) e o trajeto é sempre o mesmo.

nova iorque

1958463_10205426910249319_3778788826416218985_n

Faço o meu ckeck-in no hotel, tomo um banho e já vou bater pé por aí. Dessa vez, meu primeiro compromisso foi com a Apple, sim, eu havia quebrado a tela do meu IPhone e fiquei escandalizada quando procurei saber quanto precisava pagar para trocar no Brasil, conclusão; descobri que nos USA você só precisa agendar um horário pelo site, que a troca é feita em poucas horas por U$109,00 dólares…não tem nem o que comentar, né?!

Meu agendamento foi em Meatpacking ~ eu escolhi esse canto da cidade de propósito ~ acho uma delícia passear por lá, aproveitei as duas horas que levaram o conserto do meu celular e fui primeiro fazer uma caminhada pelo High Line, que é uma antiga linha férrea, liga Chelsea ao Meatpacking District. Em seguida dei uma passadinha na loja da musa Diane Von Furstenberg só pra não perder o hábito, aproveitei fiz um pit stop para o almoço no restaurante Serafina, uma massa quentinha no frio que fazia naquele dia, veio a calhar AND esquentar.

High Line - New York

collage

0_4200_0_2799_one_nyc-the-high-line-jr026 IMG_7163

IMG_7159

IMG_7167

Luciana Micheletti - Nova York

collage Sem título IMG_7171 IMG_7172 Além de todas as lojinhas bacanérrimas que tem no local, eu não tinha como escapar da Sephora, gastei umas boas horas e dólares por lá, também. Porém, de todas as maquiagens que eu comprei, dessa vez o que mais eu gostei, foi do meu novo perfume, há tempos eu andava em busca de um novo cheiro, nos últimos tempos revezava entre Prada/ Balenciaga e Marc Jacobs, cheiros que nada tinham em comum, mas enfim, eram os que eu mais gostava.

Um simpático vendedor teve a enorme paciência de me ajudar e explicar perfume a perfume, o que cada um tinha de especial sobre suas fragrâncias, suas flores, e tudo mais que faz de um perfume ser um sucesso de venda ou não.

Lá pelo vigésimo pedacinho cheirando aqueles papelzinho de amostra feitos para experimentar os perfumes, finalmente eu cheguei no meu escolhido ~ Mandarino di Amalfi ~ do Tom Ford, simplesmente cheirosíssimo, pode ser considerado um cítrico fresco com fragrância de ervas estragão, hortelã, flor de laranjeira,groselha preta, limão entre outros. O preço é o único inconveniente, não foi barato um vidrinho de nada de 50ml, me custou U$130,00 dólares, mas foi amor a primeira cheirada (nossa, isso ficou estranho!).

T1-MANDARINO_OC_50ML_A

*Voltei para o meu hotel com as compras e meu novo perfume, precisei descansar um pouquinho, afinal o segundo turno iria começar em breve…a noite tem mais.

Fotos: DQZ/ Reprodução

Diário de Viagem – New York

Semana Passada estive em Nova York (e pra variar foi uma correria), o tempo foi curto pra ver e fazer tudo o que eu tinha planejado, mas o principal eu consegui ou pelo menos acho que consegui, porque a sensação é sempre outra, é claro.

Cheguei em pleno feriado de “Memorial Day” e acho que por isso a cidade estava um formigueiro, além do seu normal de todo o dia a dia. Meu primeiro passeio foi pelo Central Park, adoro caminhar por ele, e, é sempre relaxante, principalmente depois de 9 horas de voo.

Central Park - DQZ - LuMich

Em seguida fui “re-conhecer” um dos restaurantes que eu dou sempre pinta quando estou por aqui, o Le Bilboquet – ele mudou de endereço, de tamanho e agora pode receber um número mu-i- to maior de clientes – a comida continua maravilhosa, com certeza o lugar tem um dos melhores steak tartare que eu já comi na vida, e olha que eu gosto demais desse prato, por isso falo com propriedade. $$$ {20 E 60th}

 Le Bilboquet

Nada melhor do que depois de uma bela refeição na Big Apple é sair pra ver vitrines e se gostar de alguma coisa bem bonitinha, comprar, não é mesmo?! afinal esse é o lugar certo pra isso. rsrs.

Esse final do mês de Maio e começo do mês de Junho é o periodo de liquidações – sale – as lojas de departamentos ficam apinhadas de gente, as promoções são escandalosamente tentadoras, a sessão de sapatos femininos por exemplo, podem chegar a 40% ou mais de desconto.

Claro, que você necessita de uma boa dose de paciência e determinação, caso contrário abandonar o barco é fácil, somos um bando de desesperadas em busca do sapato perdido em meio ao caos das prateleiras.

É verdade que no meio desse caos tem um monte de porcaria, mas também é verdade que tem uns achados. Eu que estava louca por um sapatinho azul, tipo Sex And The City acabei achando um do estilista de sapatos Brian Atwood AND em promoção, não pensei duas vezes e levei embora o meu novo par igualzinho ao da foto aí de baixo.

Pra terminar o dia com a massa, fui para a Times Square, lugar onde todo mundo se aglomera pra tirar seu melhor selfie, principalmente na frente da escadaria vermelha – red stairs – não tem jeito as luzes desse lugar são simplesmente inspiradoras, como diz a letra da música da cantora Alicia Keys.

Baby I’m from New York!
Concrete jungle where dreams are made of,
There’s nothing you can’t do
Now you’re in New York!
These streets will make you feel brand new,
Big lights will inspire you,
Hear it for New York!
(New York, New York, New York)

In New York…

http://youtu.be/0UjsXo9l6I8

Fotos: Instagram @Lumich/@Brian_Atwood e Reprodução