Notícias do #ProjetoSemNome

Lá se foi 1 mês, desde que eu iniciei o meu projeto, conhecido pela alcunha de #ProjetoSemNome. Para quem não entendeu o motivo deste nome (sem nome), eu explico – estava eu cansada de nomear tudo o que é publicado por mim na rede, cansada de criar títulos para os vários posts do blog e ainda, precisar no mínimo ser criativa, foi quando eu decidi pela ausência de nome. Simples assim.

Pois bem, minha decisão em criar hábitos mais saudáveis, não foi somente por estética, óbvio que esta parte é importante pra mim, gosto de vestir uma roupa e me sentir bem ou pelo menos não me sentir apertada, incomodada por aquelas gordurinhas que ficam esmagadas e saltando pela lateral da calça.

tumblr_mdi88dfuk61r6h22v

Nunca fui noiada por essa fixação/onda fitness de muitas por aí, talvez por isso convivo muito bem com “aquelas gordurinhas”. Nunca vou deixar de comer um prato delicioso (uma acarajé), em uma viagem ou largar uma taça de vinho branco, só porque preciso contar calorias (honestamente, elas que se f*#$%).

Porém, como já sai dos 30 e entrei nos 40, preciso de alguns ajustes, tipo um pouco de óleo aqui, uma calibragem ali. Estou com colesterol e sua turma – HDL, Triglicerídeos, etc – todos bem altos e mais alguns outros probleminhas, como uma porcentagem de gordura nas alturas.

tumblr_lnbmh9T6kl1qahabx

Parece mentira, né?! uma pessoa magra com esses índices altos…porém, são todos verdadeiros.

Tava na hora de tomar uma providência. Enrolei o máximo que eu podia, mas tive que procurar uma nutricionista, eu sabia que por um tempo deixaria meu hambúrguer com batatas fritas, meu chocolate de todo dia e mais um monte de outras guloseimas para trás.

Por indicação de uma amiga, conheci a minha nutricionista da vida, sabe aquela pessoa que fica uma hora conversando com você, descobrindo todos os seus pontos fracos e incentivando na medida certa a mudança de novos hábitos?! essa é a Jessica.

Fui logo dizendo “Não me empurre suco verde, porque senão eu fujo”, pensa em uma pessoa que odeia suco verde, agora duplica, essa sou eu. Acho que bebi tanto essa meleca pela manhã, que hoje em dia eu não suporto nem sentir o cheiro, quem dirá ver a cara do dito cujo.

giphy14

Gostei muito do combo que ela criou especialmente pra mim, mexeu MUITO na minha alimentação, mas não esqueceu da parte esportiva. Precisei ajustar um pouco os dias da minha corrida e do treino de musculação. Coisa simples, nada radical.

Passei a comer de 3 em 3 horas. Não vou dizer que foi fácil, até porque ainda dou umas escorregadas, mas passei a levar uns lanchinhos na minha bolsa, caso eu esteja na rua ou sem opção de comida healthy. Faço um esforço danado, pra me lembrar de beber os dois litros de água diários e comecei a largar o chocolate de cada dia. Juro, milagres acontecem.

Quando saio para comer em qualquer restaurante, minhas escolhas estão mais conscientes e menos junk. Claro, todo esse processo é muita vontade de querer mudar, decidi que agora é a hora e, vou me esforçar para alcançar os resultados que me fazem feliz e que eu estabeleci como importantes. Não preciso ter barriga negativa, mas quero ter um corpo em ordem e saudável.

tumblr_nbmk1hxipN1rc113po1_500

Por isso, vamos aos resultados: menos 2 quilos e meio na balança, menos 2 cm de circunferência abdominal e menos 2.5% de percentual de gordura. Nada mal, para o primeiro mês de #ProjetoSemNome.

Quero continuar esse processo, sei que vai levar tempo ou pelo menos mais tempo do que, aquelas dietas malucas que  um dia eu já testei na vida e nunca funcionaram. Estou esperando mais 2 meses para repetir os exames de sangue e ver se os índices baixaram. Enquanto isso, sigo firme e forte (e, passando um pouco de vontade) afinal, dieta não é MARA.

tumblr_lzt1yb4oty1qd2hr8o1_500_large

Gifs: Reprodução

Nutrição está na moda

Ultimamente (e sempre), um tema corriqueiro entre nós mulheres é a bendita da maldita da dieta, não é mesmo?! quem nunca fez maluquices que atire a primeira pedra?! silêncio total…

Cansada dessa vida errante decide mudar, radicalizar e parar de cortar caminhos, fiz uma consulta com uma nutricionista. Parece bobagem, mas a verdade é que não tem jeito, emagrecer está diretamente ligado com o que você come – você é o que você come – por isso, resolvi buscar dicas preciosas, com quem entende do riscado.

E, como a função deste blog é dividir boas dicas (que eu já estou colocando TODAS na prática), aqui vai uma novidade:

Eu lhes apresento a mais nova colunista do DQZ – ELAINE DE PÁDUA – especialista em Nutrição.

Elaine De Pádua - DQZ - colunista de Nutrição

Só para vocês terem uma ideia do quanto a Elaine é uma das melhores nutricionistas do país, aqui vai um pouquinho do seu CV.

Nutricionista graduada pela Universidade Paulista (2006). Pós-Graduada em Nutrição nas Doenças Crônico-Degenerativas pelo Instituto de Pesquisa e Ensino do Hospital Israelita Albert Einstein (2007). Especialista em Adolescência para equipe multidisciplinar pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP (2011). Atualmente Pós-graduanda a nível de mestrado pela UNIFESP, coordenadora do ambulatório de nutrição da gestante adolescente e supervisora de estágios da especialização em “Adolescência para Equipe Multidisciplinar” do Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente – CAAA. Integrante da equipe de pré-natal da Casa da Saúde da Mulher – Departamento de Obstetrícia – UNIFESP. 

Ufa, depois de uma apresentação dessas, eu tenho certeza que a nossa nutri vai nos ajudar MUITO, com nosso dilema feminino.

A Elaine já fez várias participações em programas de televisão, nesse vídeo ela fala um pouco sobre os benefícios dos sucos. Vale a pena dar uma olhada:

Em breve, um post super interessante com a nossa mais nova colunista!!

Bem Vinda ao DQZ!!!!

Foto: DQZ