Paris de Scooter

Paris, sem dúvida é uma das cidades mais bonitas do mundo, pelo menos das cidades que eu já tive a oportunidade de conhecer, ela sem dúvida fica no Top 10 do meu ranking.

E como essa não foi a minha primeira vez, resolvi fazer como em Barcelona AQUI, aluguei uma scooter e rodei pela cidade durante 3 dias.

IMG_0189

Paris é uma cidade pequena e fácil de se achar, o povo é meio nervosinho no trânsito, mas nada que eu como paulistana que sou, já não esteja acostumada.

Diferente de Barcelona, aqui não é a grande a maioria das pessoas que andam de moto, por isso estacionar não chega a ser uma tarefa difícil, mas requer um pouco mais de atenção.

Andar de scooter otimizou o meu tempo, ir de um lugar para o outro deixou de ser demorado e passou a ser muito rápido, o que ajudou muito com o pouco tempo que eu tinha pra passear pela cidade.

Então, a minha dica número 1 pra quem gosta e não tem medo de andar de scooter é: alugue uma, você não vai se arrepender.

IMG_3001

E na minha opinião, o melhor de tudo foi o preço – 35 euros por dia – se compararmos com o taxi, já sai mais barato, agora se compararmos com o metrô, ganhamos no tempo.

Isso sem contar que é bem mais agradável passear de scooter por aí, não acham?!

Cópia de foto-1

Scootup Loc Paris
 37 Rue des Acacias, 75017 Paris

Fotos:DQZ

DQZ chega em Paris

Eiffel-Tower-Paris-France

Todo mundo que enfrenta horas de voo, sabe que no dia seguinte a nossa cara não está lá uma Brastemp pra tirar fotos, não é mesmo?!

Mesmo assim, eu decidi que vou postar TODOS os meus looks nessa minha viagem que começa por PARIS – a cidade luz!!

Devo dizer que além da cara de cansada, o fotógrafo “contratado” não é assim “tão” profissional, dificultando ainda mais a situação em questão. Portanto, me dêem aquele desconto, ok?!

IMG_0086 Fugi do frio de São Paulo e cheguei no calor de Paris vestindo uma combinação de vestido com colete de alfaiataria.

IMG_2992 Agora tentei tirar as fotos pelo celular (típica foto de blogueira), pra ver se melhorava um pouquinho.

foto-1

Bom, esse foi o primeiro look da viagem, sempre muito confortável, afinal a gente anda MUITO!!!

Fotos: DQZ

 

In the SoHo

IMG_2804

Eu sempre fui pra Nova Iorque e nunca fiquei hospedada no SoHo, sempre achei que o lugar era meio fora de mão e que o legal, era só passear nos finais de semana por lá.

Dessa vez eu resolvi fugir da minha escolha de sempre – East Upper Side e acabei me hospedando em plena Spring Street.

A cada novo dia andando pelas redondezas, eu descobria um novo SoHo – que antes eu nunca tinha dado oportunidade de conhecer – e comecei a mudar de ideia sobre o lugar.

O SoHo durante a semana é uma espécie de interior dentro da Ilha de Manhattan, apenas os locais e poucos turistas andam por lá (preste atenção, poucos turistas se comparados com o povo que lota a 5th Avenue todo dia, claro!).

Minha rotina pelo bairro que tem a nomenclatura de South of Houston e, é considerado Patrimônio Histórico Nacional, começava mais ou menos assim:

Café da manhã na loja da Nespresso, eu e Cora ficamos viciadas pelo Vanilla Iced Cafe – simplesmente delicioso.

collage

Receita simplíssima

* Sorvete de Vanilla

* café de Vanilla Nespresso

* Bater tudo no mixer (bater pouco)

5299442321_252e15a4f3_z

Uma pausa para um pequeno momento cultural

 Uma curiosidade histórica, o SoHo seria demolido se uma campanha não tivesse mudado o destino dos seus 500 edifícios, que acabaram sendo todos preservados. Logo em seguida, eles passaram a ser ocupados por artistas de vanguarda, que usaram os grandes lofts para abrigar suas galerias de arte.

Sem título

* O quarteirão das ruas entre a Broome e Spring Street tem 13 fachadas em ferro fundido – a maior sequência do mundo nesse tipo de arquitetura.

* As laterais das ruas do SoHo são pavimentadas por antigos blocos belgas, um charme.

jojo

A região é repleta de lojas, restaurantes, museus e galerias de arte. Diferente dos grandes magazines espalhados por Nova Iorque, no SoHo o legal é entrar de loja em loja.

É impressionante como aqui eu encontrei todas as lojas que eu estava procurando, tem de tudo um pouco, desde de Isabel Marant até H&M.

NYC-Shopping-soho

Nessa viagem eu comprei um CONVERSE novo pro Betinho (que gostou muito!), quem sabe da minha luta pra fazer ele trocar o seu velho par, sabe do que eu estou falando, caso contrário da uma lida AQUI.

collage

Um pit stop estratégico durante as compras é sempre bom, ainda mais quando é na Georgetown Cupcake – meu povo, eu que pensava que só no Magnolia Bakery é que se comia o melhor cupcake de Nova Iorque, me enganei – essa confeitaria faz cupcakes divinos.

IMG_2815

Andar pelo SoHo é relativamente simples, apesar das ruas não terem números, as vezes você pode se confundir um pouco entre uma esquina e outra, por isso sair com um mapa das lojas é essencial pra não ficar dando voltas no quarteirão (como nós).

soho

Além, das “nossas compras de todo dia” como eu disse andar pelo SoHo por si só, já é um programa, a noite quando as lojas fecham e só quem está por lá, sabe que o bairro se torna ainda mais bonito, momento ideal para fotografar as ruas.

IMG_2973 2

Enfim, depois de uma semana hospedada no bairro mais Hi-Lo de Nova Iorque, eu cheguei a uma conclusão: O SoHo tem outra vibe…

Fotos: DQZ e Reprodução