A minha primeira intenção quando eu postei essa foto pela manhã, foi tocar fundo no coração do meu marido, fazer com que ele se apiedasse do meu desespero fashionista por essa bota maravilhosa, deslumbrante e que, na minha humilde opinião tem a minha cara, a Horsebit knee da Gucci, que acreditem vocês, já tem até fila de espera por terras tupiniquins.

Enfim, o que deveria ser apenas uma postagem corriqueira de puro fundo consumista, acabou se tornando uma discussão em torno de padrões de beleza, mas dessa vez não exatamente sobre aqueles aos quais estamos acostumadas a ouvir falar ou a ler por aí. Dessa vez, a problemática girava em torno da “potato”, isso mesmo minhas amigas, “potato”.

Devo dizer que essa expressão é uma licença poética, retirada de um grupo muito especial de mulheres antenadas AND ecléticas, que adoram divagar sobre assuntos variados e de cunho fashion/anatômico.

Mas afinal, o que vem a ser “potato”?! como bem definido no grupinho, a batatucha da perna da mulherada ou a velha de guerra batata da perna. Todo esse papo de “potato” tem um real propósito – saber se o tamanho da circunferências das botas de uma maneira geral, são pequenas demais ou se nossas potatos são grandes demais – afinal, se olharmos para a garota propaganda da tal bota,  podemos observar que Kate Moss, além de bela, tem uma “potato” fininha que só ela, então não conta como estatística, né?!

Horsebit knee boot - Gucci

Para que, a coisa fosse séria, afinal o assunto é muito relevante do ponto de vista científico anatômicos resolvemos fazer uma enquete. Qual é o tamanho da sua “potato”?! você já parou pra pensar nisso?! já mediu a sua?! já vou logo dizendo que a minha mede 31cm e perdeu feio no quesito exuberância. Fizemos uma votação, onde a maior “potato” levava para casa o prêmio master-blaster Queen Potato.

Antes do resultado dado pontualmente às 22 horas do dia de hoje, houve o momento da sessão desabafo, onde cada participante contava as dores e as delícias de suas potatos, tiveram aquelas que blasfemaram suas curvas, já outras não se conformavam com a falta de carme na região mencionada, enfim foram vários, diversos e divertidos os depoimentos femininos, que eu repasso alguns abaixo, preservando o anonimato, é claro, afinal papo de mulherzinha é segredo de estado.

Sem título

Sem título Sem título Sem título   Sem título

Sem título

Uma coisa deu pra perceber, fazer ballet clássico prejudica as “potatos” no futuro, ou seja você escolhe entre ficar esbelta ou ficar batatucha, ok?! porque esbelta de panturrilha magrinha, não vai rolar.

Sobre os números, eles foram variados, mas a ganhadora da maior “potato” venceu com a marca de 41cm, o que definitivamente impossibilita o uso da bota Horsebit Knee. Eu acho. Agora, que a bota é bonita, ahhh, isso ela é. BUT seu preço destoa deste contexto de beleza, se quiser levá-la para casa, vai ter que desembolsar a quantia de $ 1.450 dólares ou entrar na fila pra pagar uns $ 4.000 mil reais. Tá bom pra vocês, amigas “potatos”?!

collage

collage

collage

Fotos: Reprodução

Categorias: Moda
Publicado por Lu Mich
Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *