Uma das estilistas mais marcantes do cenário da moda brasileira, acaba de receber uma merecida homenagem com uma exposição no Centro Cultural Itaú.

São cerca de 400 peças, entre vestidos, camisetas, retalhos, bolsas, croquis, cartas, fotos e documentos, onde temos a rara oportunidade de conhecer um pouco do seu trabalho, do seu sucesso internacional e nacional, mas acima de tudo da mãe obstinada a encontrar e fazer justiça sobre o desaparecimento e morte de seu filho Stuart, morto em uma época de trevas da nossa história recente – a ditadura militar, que vitimou milhares de famílias, pais e mães.

Sem título

zuzu angel - DQZ

CRONOLOGIA 

-Nasce, em 5 de Junho, Zuleika de Souza Netto, em Curvelo, Minas Gerais. Quando conhecida internacionalmente ZUZU ANGEL, eterniza sua origem com a afirmação “Eu sou mineira jeica”.

Casa-se com o canadense Norman Angel Jones, cidadão americano, em 1943. Em 1945, tem o primeiro filho, Stuart Angel Jones. Em 1948 e 1949, nascem as filhas Ana Cristina e Hildegard.

-Em 1957, no bairro de Ipanema, Rio de Janeiro, sua carreira começa com a butique e o ateliê Zuzu Saias, consolidando sua primeira clientela.

zuzu angel - DQZ

Cópia de PicFrame 2

-Em seu primeiro desfile em Nova Iorque (1970), lança a coleção Internacional  Dateline Collection, na sofisticada loja de departamentos Bergdorf Goodman, ao som de músicas folclóricas brasileiras.

-Seus modelos são apresentados em Londres. O sucesso nos Estados Unidos repercute na imprensa nacional, introduzindo o termo Fashion Designer no glossário da moda brasileira.

-Participa de desfiles com Valentine e Yves Saint Laurent.

-Em 1971, ocorre a prisão e o desaparecimento de Stuart.

zuzu angel - DQZ

– Em 1975, faz a coleção Brazilian Butterfly e figurinos para a peça Marido, Matriz e Filial, dirigida por Aderbal Freire Filho.

– Envia carta de Alex Polari a diversas personalidades; relata o caso a autoridades do Congresso americano e da ONU para que, com o secretário-geral dos Estados Unidos, Henry kissinger, intercedam a seu favor junto ao governo brasileiro exigindo explicações sobre o desaparecimento do filho.

-Em 14 de Abril de 1976, Zuzu Angel morre em uma tocaia, hoje assassinato comprovado.

zuzu angel - DQZ

* Essa declaração escrita de próprio punho por Zuzu, antecipa seu final trágico, que no seu íntimo  sabia que aconteceria.

Sem título

zuzu angel - DQZ

zuzu angel - DQZ

zuzu angel - DQZ

zuzu angel - DQZ

zuzu angel- DQZ

zuzu angel - DQZ

zuzu angel - DQZ

Making of da exposição

Trailer oficial do filme

http://youtu.be/GaTqR_ERpUk

Ocupação Zuzu
Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149
De terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h
Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
Entrada franca

 

Fotos: DQZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *