É muito bom quando você descobre uma loja, um estilista e agora uma jewelry design que combina com você — eu descobri a minha.

Patrícia Beck deixou a Europa, onde trabalhava com moda, para voltar a São Paulo (em 2010) e começar a desenvolver sua linha de joias.

Foi visitando o Museu Natural de Londres que Patrícia teve um insight olhando todos aqueles ossos, chifres, garras, caveiras, entre outros elementos do museu, e encontrou neles a inspiração para o seu trabalho.

Criações estas cheias de simbologias e que se baseiam no seu próprio desejo íntimo de explorar o desconhecido, através da sua busca como observadora da Natureza.

Com uma pegada punk rock, ela dá forma a anéis, colares, pulseiras extravasa sua imaginação.

“Conseguir materializar uma ideia, traduzir um sentimento, é o maior significado que posso dar a meu trabalho” afirma a criadora de caveiras, ossos e chifres, que também faz uso das pedras naturais, como quartzo e ônix.

Aproveitando a nossa mais nova descoberta — a designer desenvolve peças exclusivas sob encomenda!!

As peças de Patrícia Beck

Pulseira vértebra em prata

Anel crânio para a Revista Marie Claire Especial

Coleção black velvet

Fotos: Reprodução

Postado: LuMich

Posts relacionados

  • Chiara Gadaleta no DQZ
    “Eu acho que cada um tem a sua liberdade de fazer exatamente o que quer” É com essa frase da mais conhecida eco-girl brasileira, que eu começo esse post. Não é por mero acaso, que eu à escolhi para... Continue lendo
  • Eu “tietei” o Reinaldo Lourenço
    Antes de começar a escrever este post me lembrei de uma entrevista dada pelo jornalista Zeca Camargo em que ele dizia que, no começo da carreira, era difícil segurar a emoção de entrevistar um ídolo tão de perto e... Continue lendo
  • Sorteio YUBZ TALK no DQZ!!!
    Finalmente, o dia chegou e já sabemos (no caso) quem foi a sortuda!! LUCIA LOMONACO, PARABÉNS!!!!!! Agora, aguardamos o seu contato para enviar o seu YUBZ TALK vindo diretamente de Londres!!! Quem não ganhou, NíO fique triste, em breve... Continue lendo
Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *