Passar o Ano Novo no Portão de Brandemburgo com sua família não tem preço (acho que isso é de alguma propaganda?!!) mas, o melhor foi descobrir a cidade de Berlim. Ficamos encantados pela cidade, que exalava história por todos os lados.

Tivemos a sorte de contratar um guia alemão, o Thomas, que falava, vejam vocês… Português! Seu trabalho agregou à nossa viagem outra dimensão — nada como conhecer um lugar com alguém local — um dos lugares que me encantaram foi o Boros Collection, uma coleção de arte contemporânea de Christian e Karen Boros.

A coleção fica permanentemente instalada num antigo bunker de 1942, que levou anos sendo reformado para poder acomodar toda a obra dos colecionadores. A visita é guiada e com hora marcada (muito concorrida, agende sua visita com meses de antecedência), no último andar você ainda encontra a Penthouse, que foi construída para acomodar os ilustres proprietárioS.

 

Entrada principal do Bunker

Anselm Reyle, Life Enigma, 2008

Santiago Sierra

Bojan Sarcevic, peplace the Irreplaceable, 2006

Antigas instalações

 

 

Fotos: Reprodução/DQZ

Categorias: Viagens
Publicado por Lu Mich

Posts relacionados

  • Hakkasan Hanway Place — restaurante
    Um dos restaurantes mais procurados aqui em Londres é o famoso Hakkasan Coloque Hanway. Aberto, em 2001 é o restaurante original do Hakkasan. Projetado pelo famoso designer Christian Liaigre, o espaço incorpora o espírito de design Hakkasan encontrados em... Continue lendo
  • Meu primeiro Fashion Rio
    O primeiro Fashion Rio a gente nunca esquece…inevitável, não usar uma frase tão clichê como esta! Hoje é o primeiro dia do evento e, é com muito orgulho que eu comunico a vocês, que o DQZ foi escolhido entre... Continue lendo
  • Pôr do sol em Ibiza
    Este post é só para registrar que, enquanto eu vivo uma vida zen em São Paulo (será possível?), minha sócia dramática curte um pôr do sol nada dramático em Ibiza, no Cafe del Mar. Quer trocar? Foto: Jan Ronald... Continue lendo
Comentários
  1. Natalia | Responder
    • lumich | Responder
  2. kathya Stryzak | Responder
    • LuMich | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *