O que me trouxe para a Croácia a principio foi o Ultra Europe Festival, não que eu goste ou tenha o menor interesse por esse tipo de música/agitação/vibe, mas foi a escolha dos meus dois teens – Pedro e Cora – portanto de alguma maneira essa cidade que na verdade é a segunda maior cidade da Croácia e a maior da região da Dalmácia, deveria fazer parte do nosso roteiro de viagem entre os dias 11 até 13 de Julho.

Para chegar lá, você tem algumas opções, a nossa foi pela Vueling (companhia aérea de baixo custo espanhola com base em Barcelona, na Espanha) que leva você pra qualquer lugar da Europa. Depois de 2 horas de voo de Barcelona até Split, mais uns 40 minutos de carro, chegamos finalmente no nosso destino, o Hotel Radisson Blu – de longe ele foi o melhor quarto de todos os hotéis na Croácia.
Radisson Blu - Split - Croácia - DQZ

A primeira lição que se aprende em Split é a seguinte, nem todo restaurante/bar serve comida, isso porque você pode estar fora do restrito horário em que a cozinha trabalha ou o devido estabelecimento apenas serve drinks e cafézinhos. Portanto, atenção aos horários e certifique-se que seu restaurante, também serve comida, para isso repare se na frente do nome está escrito Konoba, que significa algo como Taverna.

Digo isso porque chegamos por volta das 11 horas, com fome e tivemos que esperar até o meio dia, antes nem um petisco foi servido pra enganar nosso estômago faminto.

O tempo por aqui é engraçado, o dia muitas vezes começou horrível, daqueles em que você acha que o melhor é ficar dentro do quarto do hotel assistindo jogo com narração croata (em época de Copa Mundo, foi o que eu fiz), mas de repente aquelas nuvens com “toneladas de chuva”, começam a se dissipar e como num passe de mágica o tempo abre e o sol aparece firme e forte. Split - Croácia - DQZ - LuMich Então, o que fazer?! borá para a praia. Não pense você que mora no Brasil e está acostumado com aquela areia branquinha, que vai encontrar o mesmo por estas bandas, aqui a praia é de pedra, com exceção da única praia da cidade de areia, chamada Bačvice.

E, se você não tem o esquema do hotel, que traz a sua confortável cadeira praiana, faça como a velha guarda, leve uma toalha e se jogue nelas. Não faço ideia de como sua coluna pode sair depois de um dia na praia, mas os croatas parecem não ligar para as suas costas ou elas, já estão calejadas de tanta pedra, não é mesmo?! praia em Split - Croácia - DQZ Split - Croácia - DQZ

Uma boa opção de comida caseira e barata são as cabanas de praia, elas oferecem porções bem servidas, como filé de frango com fritas, ao som de música eletrônica, é claro. Essa é a Blue Sky, e fica na praia em frente ao hotel.

Split DQZ

Para o primeiro dia, minha impressão foi a melhor possível, amanhã é dia de explorar o que mais essa cidade tem para oferecer, além de música eletrônica. 🙂

Fotos: DQZ

Categorias: Viagens
Publicado por Lu Mich

Posts relacionados

  • O que fazer em Split?!
    Para explorar SPLIT, o primeiro passeio obrigatório é conhecer o famoso Palácio Diocleciano, que levou cerca de 10 anos para ser construído e hoje faz parte da lista de patrimônio da UNESCO. O complexo murado, construído para desempenhar a... Continue lendo
  • Como explorar Dubrovnik
    Essa é a última parte da minha viagem pela Croácia, meu último destino antes de voltar para casa, já saudosa de deixar este lugar que me impressionou pela beleza e gentileza de seu povo. Sem dúvida esse país, que... Continue lendo
  • 3 em 1 – Hvar culinária
    Um é pouco, dois é bom e três é demais. Quem nunca, repetiu essa velha frase clichê, por aí?! pois é, por aqui em Hvar na Croácia, o que não falta é lugar muito bom para se comer, seja... Continue lendo
Comentário
  1. Regina | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *