Eu sempre achei o nude muito sofisticado e elegante. Aproveitei o streetstyle com o fotógrafo Rafael Lucena, para investir no look da cabeça aos pés.

Reparem no bronzeado da paulistana?! mas, ainda assim o tom nude combina com o meu tom de pele, pelo estudo de cores que fiz, esse tom é o “meu branco”.

Fazer um estudo de cores, é um excelente investimento, assim não caímos mais na tentação de comprar a cor da moda, quando já sabemos quais são as cores que nos favorecem.

* Vocês podem fazer um pequeno teste:

De cara limpa e sem nenhuma maquiagem, peguem dois pedaços de tecido, um branco e outro off-white ou até mesmo o nude. Coloquem bem abaixo do queixo e reparem quais dos dois iluminam mais o seu rosto, trazendo um brilho especial.

No caso da cor errada, podem reparar que os defeitos e determinadas características ficam mais em evidência, como olheiras, marcas de sol, sardinhas e etc..

Sempre que for escolher uma roupa e estiver em dúvida em relação a cor, traga um pedaço do tecido pra perto do rosto e perceba se ele ilumina ou apaga sua pele.

LuMich

* Vestido  Diane Von Furstenberg

* Sapatos Charlotte Olympia

* Óculos Luly

*  Braceletes Criativa

* Anel e colar Carla Amorim

Fotos: Rafael Lucena

Posts relacionados

  • Inspirations and Elations
    Hoje, foi a minha vez de aparecer no blog da querida Vanessa Araujo, minha amiga blogueira, linda e muito querida. Quem quiser ver a entrevista na coluna People I Love, é só clicar neste link aqui. LuMich e Vanessa... Continue lendo
  • DQZ entrevista blogueira Shame
    No mundo da blogosfera tem gente que prefere ver o capeta a sentir as pitadas de seu sarcasmo. Porém, em outra ponta, uma pequena legião de fãs (ou Pinketuchas, como ela costuma chamá-las) não perdem seus post por nada,... Continue lendo
  • São tantas emoções…
    O título deste post, assim como a música de Roberto, fala sobre emoções — aàvocê logo imagina o nascimento de um filho, o reencontro de pessoas desaparecidas, um pedido de casamento super romântico, coisas muito marcantes e arrebatadoras, não... Continue lendo
Comentários
  1. Lili Bião | Responder
  2. natalia | Responder
    • LuMich | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *