Joan Crawford – 1945

História: Moda

Com o início da Segunda  Guerra Mundial (1939-1945), a moda passou por um período longo de recessão e as roupas femininas, agora, mais masculinizadas, passaram a ter as suas saias mais justas — sem a abundância de tecidos, que na época eram racionados, o visual se-tornou padronizado.

A saia lápis então, segue pelas décadas de 40 e meados da de 50 — até o surgimento do New look de Christian Dior.

Tendência: Saia lápis

Sempre elegante a saia lápis volta com ares renovados, apesar de ser um eterno clássico, ela voltou mais moderna e aberta a novas combinações — o que de fato é a diferença.

Com ela mais contemporânea, as opções são múltiplas, desde uma blusa de seda até uma camiseta podrinha, tudo vai depender do seu estilo. Na altura do joelho e ajustada no quadril, não tem quem não fique elegante e com um ar de poderosa vestindo uma saia dessas.

Personagem: Carine Roitfeld

Ex- diretora da Vogue sabe como ninguém vestir uma saia lápis, em suas fotos mundo afora, Carine usa e abusa deste clássico dando o seu toque fashionista e fugindo do óbvio.

Conclusão: Eu quero uma!!

Visual poderoso, sofisticado e muito chic, a saia lápis pode ser uma ótima opção para o dia ou a noite — tudo vai depender de como você vai montar seu look.

Carine Roitfeld


Fotos: Reprodução

Categorias: Moda
Publicado por Lu Mich

Posts relacionados

  • Sorteio YUBZ TALK no DQZ!!! Imperdível!!!
    Para quem, não sabe o que é o YUBZ TALK,  é um acessório retrô muito estiloso que está dando o que falar. Ele livra nossas orelhinhas da radiação, se conectando ao nosso telefone celular. De várias cores, ele já... Continue lendo
  • Vestida de noiva – passado e presente
    Não resisti, e hoje vou falar sobre vestidos de noiva. Eu sei que já me casei, mas de sexta pra sábado, tudo o que fiz foi ver vestidos de noivas. Esses dois dias que passei no CasaModa Noivas, um... Continue lendo
  • Drama Queen & Zen
    Quando eu e a Fê resolvemos criar este blog  — numa tarde de sábado almoçando no Mercearia e tomando um delicioso cocktail — discutimos o tipo de matérias que iríamos escrever, as funções de cada uma e nos divertimos... Continue lendo
Comentários
  1. Maria Alice | Responder
    • LuMich | Responder
  2. Ana | Responder
  3. Tatiana Dutra | Responder
  4. Regina Carvalho | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *