Joan Crawford – 1945

História: Moda

Com o início da Segunda  Guerra Mundial (1939-1945), a moda passou por um período longo de recessão e as roupas femininas, agora, mais masculinizadas, passaram a ter as suas saias mais justas — sem a abundância de tecidos, que na época eram racionados, o visual se-tornou padronizado.

A saia lápis então, segue pelas décadas de 40 e meados da de 50 — até o surgimento do New look de Christian Dior.

Tendência: Saia lápis

Sempre elegante a saia lápis volta com ares renovados, apesar de ser um eterno clássico, ela voltou mais moderna e aberta a novas combinações — o que de fato é a diferença.

Com ela mais contemporânea, as opções são múltiplas, desde uma blusa de seda até uma camiseta podrinha, tudo vai depender do seu estilo. Na altura do joelho e ajustada no quadril, não tem quem não fique elegante e com um ar de poderosa vestindo uma saia dessas.

Personagem: Carine Roitfeld

Ex- diretora da Vogue sabe como ninguém vestir uma saia lápis, em suas fotos mundo afora, Carine usa e abusa deste clássico dando o seu toque fashionista e fugindo do óbvio.

Conclusão: Eu quero uma!!

Visual poderoso, sofisticado e muito chic, a saia lápis pode ser uma ótima opção para o dia ou a noite — tudo vai depender de como você vai montar seu look.

Carine Roitfeld


Fotos: Reprodução

Categorias: Moda
Publicado por Lu Mich

Posts relacionados

  • Closet dos sonhos…
    Um dia desses uma amiga, em completo desespero fashion, pediu pro papai do céu um closet igualzinho ao da personagem Carrie Bradshaw, em Sex and the City. Não sou Patricia Field (a stylist do seriado), mas como consultora de... Continue lendo
  • Louboutin, uma verdadeira obra de arte
    Que um Louboutin não pode ser comparado aos outros sapatos, isso lá a gente já sabe! É por isso que a última campanha publicitária para a marca recria obras de arte célebres para por esses ícones fashion em seu... Continue lendo
  • Nem só de Kilt vive a Escócia
    Chegando aqui em Edimburgo reparei que em qualquer loja, desde as mais simples até as mais sofisticadas, todas tinham as botas Hunter na vitrine. Foi então que eu resolvi pesquisar e acabei descobrindo o mistério para todas as minhas... Continue lendo
Comentários
  1. Maria Alice | Responder
    • LuMich | Responder
  2. Ana | Responder
  3. Tatiana Dutra | Responder
  4. Regina Carvalho | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *