Foi só ela desabafar “A gravidez é a pior experiência da minha vida”, pra um bando de moralistas caírem matando em cima da rainha da família Kardashian. Vou me juntar a ela, também detestei essa experiência e quando li seu desabafo, apesar de tardio (no meu caso) resolvi escrever mesmo assim.

Fiquei grávida duas vezes, aos 23 anos e aos 27 anos e me senti mal igualmente nas duas vezes. Na primeira, passei os três primeiros meses vomitando todo santo dia, sofria com os enjoos constantes, que não me davam trégua e nem a menor vontade de sair da cama, minha disposição era zero.

giphy-2

Pra piorar, eu estava preparando o meu casamento, ou seja eu era (literalmente) a noiva zumbi indo de um lado para o outro, tendo que resolver milhares de coisas, desde as músicas para a entrada da igreja, até participar das milhares de provas do meu vestido, antes da barriga explodir de vez.

Assim, que os meses passavam a azia aumentava, e, como aumentava. Dormir uma noite inteira era quase impossível, seria muito mais prático, andar com uma privada a tiracolo, porque a minha bexiga enchia com a mesma velocidade da luz. O desconforto era enorme.

Quando eu tinha um compromisso social, seja ele uma festinha de criança, um chá de bebê, um casamento, um aniversário ou um simples jantar, tudo isso era um grande suplício pra mim, nada, nada ficava bem em mim. Eu sofria, em ter que me arrumar pra essas ocasiões. Me odiava.

A segunda gravidez não foi diferente, mas agora eu tinha um agravante: uma criança de 3 anos pra cuidar, além da barriga. Ou seja, além de todos aqueles sintomas desagradáveis, os intermináveis enjoos dos 3 primeiros meses, as dores nas costas, o cansaço sem fim, o sono desesperador de todas as grávidas, o inchaço nos pés, blá, blá, blá. O lado emocional pegava.

E, é por isso, que eu não recrimino a Kim por esse desabafo tão sincero, pelo contrário, me solidarizo, apesar do meu tempo de grávida ter passado (há tempos), apesar dos perrengues da gravidez terem ficado no passado, certamente eu passaria por tudo isso mil vezes, se necessário fosse, óbvio, mas mesmo assim não me venha dizer que a gravidez é sublime, perfeita e maravilhosa…apenas me deixem e deixem a Kim.

giphy

*  Em tempo, o que eu e Kim sentimos durante a gravidez, NADA, NADA tem a ver com o amor que sentimos pelos nossos filhos, que isso fique bem claro, para quem ainda não entendeu o nosso ponto de vista, ok?!!

Fotos: Reprodução

Posts relacionados

  • Kim Kardashian West para C&A – Coletiva de Imprensa
    Imagina só, um belo dia anunciam uma parceria de fast fashion com ninguém menos que Kim Kardashian, uma das celebridades mais famosas dos últimos tempos. Já podemos imaginar sua coleção cheia de crop tops e saias lápis na altura... Continue lendo
  • Pegas pelo Photoshop
    Como todas as mulheres do planeta, eu fico muito preocupada quando vou colocar uma foto minha aqui no blog — primeiro, demoro uma eternidade para escolher a melhor ou menos pior, sempre fico criticando as fotos e muitas vezes... Continue lendo
  • Veni, Vidi, vici…
    Veni, vidi, vici é o que pode dizer a socialite Kim Kardashian, nesse exato momento de sua vida. Traduzido do latim, vim, vi e venci, a senhora Kanye West acaba de estampar a capa de uma das  revistas mais... Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *