Todo mundo tem uma série de listas cheias de coisas pra fazer até o final dessa vida, não é mesmo?!

Entre as minhas, estavam e estão:

* Casar e ter filhos

* Escrever um livro

* Plantar uma árvore

* Viajar pelo mundo

Algumas eu já consegui realizar, outras ainda precisam de mais um tempo, mas dos lugares que eu escolhi pra conhecer um deles já chegou a hora – Grécia – um dos lugares mais incríveis que existe no mundo.

Comecei minha aventura pela capital ATENAS e apesar do pouco tempo que fiquei pela cidade (recomendo no mínimo de 2 a 3 dias por lá) deu pra conhecer (com a ajuda de uma guia Georgia Toga, que fala muito bem português) um dos monumentos mais importantes da nossa civilização – A ACRÓPOLE.

IMG_0687

IMG_0712

* Geralmente as Acrópoles se posicionam no ponto mais alto das cidades, aqui apesar do ponto mais alto da cidade ser outro, por uma questão hidráulica a escolha foi essa.

IMG_0646

IMG_0651

Por isso a cidade recebeu o seu nome, filha de Zeus com Métis, sua primeira esposa, Atenas saiu da cabeça de seu pai, adulta e completamente armada para a guerra.

Deusa virginal da sabedoria, da inteligência, da paz e da guerra, protetora da vida política, das ciências e artes, das habilidades manuais, conhecida também pelo nome de Minerva, a protetora de Roma, dos artesãos, poetas, professores e médicos.

collage

Logo na entrada, o mármore  branco circula todo o caminho até a Acrópole, que tem como paisagem as Oliveiras.

IMG_0668

Essa é a porta sagrada do templo, tinha a função de purificação, ou seja dela só passavam os aptos, o que não incluía os escravos e os mais simples.

IMG_0684

IMG_0665

IMG_0698

Dedicado a Deusa grega ATENA, é um símbolo de democracia e um dos maiores monumentos da história da humanidade.

Cronologia

  • 447-432 a.C. – Construção do Partenon no governo de Péricles e decoração com esculturas de Fídias
  • 267 – Bárbaros hérulos invadem Atenas e incendeiam a edificação
  • 343-361 – Recuperação do templo, provavelmente sob ordens do imperador romano Juliano, Apóstata
  • Século V – A grande estátua de Atena é levada para Constantinopla e, mais tarde, destruída
  • Século VI – Conversão em igreja Ortodoxa Grega. Monges retiram colunas internas, destroem esculturas consideradas pagãs e criam uma capela na fachada leste
  • 1204 – Os cruzados invadem Atenas e rebatizam o Partenon como “Notre-Dame de Atenas”, tornando-o um templo católico
  • 1456 – Atenas é tomada pelo Império Otomano e o templo transforma-se em mesquita islâmica. Um minarete é colocado em sua base
  • 1687 – Os venezianos atacam Atenas. O Partenon é usado pelos turcos como depósito de pólvora e, em 26 de setembro, é atingido por uma bala de canhão que demole sua estrutura interna
  • 1801 – O embaixador britânico em Constantinopla, Lord Elgin, obtém permissão para fazer estudos na Acrópole e leva esculturas do templo para a Inglaterra
  • 1832 – Independência da Grécia – desde então os gregos trabalham na conservação do templo
  • 1835 – Início das escavações arqueológicas e do trabalho de recuperação das ruínas do Partenon
  • 2004 – Finalizados os trabalhos de restauro dos pronaos (salão leste: onde ficava a principal estátua, de Atena, em ouro e marfim, feita por Fídias) e opisthonaos (salão oeste: espaço reservado à guarda do tesouro da Liga de Delos), além da limpeza e conservação do friso da fachada oeste.

 

IMG_0679

Templo grego destinado a Atena, Hefesto e Erecteu, foi construído entre 421 a 406 a.C.

Suas famosas colunas são conhecidas como O BALCÃO DAS CARIÁTIDES, que sustentam o templo com suas cabeças.

IMG_0660  Construído por Herodes Ático, amante de filosofia, das artes e da literatura, este teatro tem capacidade para 5.000 pessoas sentadas, até os dias de hoje ele é aberto para concertos musicais.

IMG_0700

Considerado o berço do teatro ocidental e da tragédia, o Teatro de Dionísio foi o mais importante teatro da Grécia Antiga.

Na mitologia grega, ele é considerado deus das festas, do vinho, da insânia e principalmente da intoxicação. Filho de Zeus com uma princesa Semele, foi o único Deus do Olímpio filho de uma mortal.

Nas peças atuados em honra a Dionísio, todos os atores usavam máscaras, este fato mostra como era importante a mudança de identidade para uma outra, uma espécie de transe.

IMG_0691

Construção concluída no reinado de Adriano, hoje só resta apenas algumas das 104 colunas do que foi dedicado ao Deus do Olimpo – Zeus.

IMG_0695

E pra passear pela cidade, um LOOK do DIA inspirador e muito bem acompanhada pela guarda real.

* Guarda Cerimonial Real: sua farda possui uma saia com 140 pregas, o que representa os anos de domínio turco no país.

* A minha saia-short é da Zara e minha blusa da Kate Spade.

IMG_0721

Guia: georgiatoga@yahoo.gr

Fotos: DQZ

Posts relacionados

  • O Pôr do Sol
    Quando for passear por Santorini, obrigatoriamente você precisa reservar um dia para assistir ao famoso PÔR DO SOL, eu fiz uma escolha muito especial para essa contemplação. Dentre os mais variados tipos de passeios que a ilha oferece, um... Continue lendo
  • Nasce uma baladeira {em Mykonos}!
    Achei tanta graça quando a minha amiga Bia escreveu a seguinte frase, numa foto minha no Instagram – “Nasce uma baladeira”. Como diria a expressão de língua inglesa que, eu adoro repetir porque capta a essência da coisa toda... Continue lendo
  • Modelito Grécia
    Depois de um voo de 3 horas, de Paris para a Grécia, mudança de cenário…e, que cenário. Esse foi o cenário do meu jantar no oitavo andar do HOTEL GRANDE BRETAGNE em Atenas – eu sei que a foto em questão não... Continue lendo
Comentários
  1. Regina carvalho | Responder
    • Luciana Micheletti | Responder
  2. Benito Surano | Responder
    • Luciana Micheletti | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *