Untitled

Mandarin

Untitled

Quando viajamos, temos sempre aquela expectativa em relação ao hotel, e principalmente ao nosso quarto dentro do hotel, não é mesmo?! bom, eu pelo menos tenho muita, confesso que estar confortavelmente bem instalada deixa a minha viagem vários porcentos mais agradável do que se eu não estivesse. Acho que a culpa é do meu signo 🙂 : sou uma legítima leonina, adoro pompa e circunstância, uma boa cama, uma frescura e um luxozinho. Why not?!

Enfim, como este ano fiquei em Miami por duas semanas, acabei dividindo minha estadia em dois hotéis. Não, não fui convidada por nenhum deles para experimentar e muito menos para poder escrever este post, simplesmente minhas razões foram outras.

A primeira é a seguinte: escolhemos o Hotel Setai em Miami Beach, porque estávamos em 4 pessoas, ou seja tivemos a opção de ficar em um apartamento com dois quartos, sala, dois banheiros e cozinha. Além das facilidades de ter uma máquina de lavar e outra de secar a disposição, adoro lavar roupa, juro por Deus.

Já no Mandarin, nos mudamos em 3 pessoas, ou seja dividimos um quarto com duas camas de casal, o que fez com que rolasse um rodízio para dormir com a minha filha adolescente, afinal a menina não para quieta na cama, credo.

Em relação ao tamanho dos quartos, obviamente o Setai sai na frente (inclusive no preço), mas nada que o Mandarin deixasse a desejar (somente a máquina de lavar e secar).

Untitled

SETAI

1e5d5c73-0fac-491e-b8a9-134af6dd5d7e.1.10 11-Master_Bedroom

fe7ed1_05a6ddb9139442da87f57b0311724919.jpg_srz_764_509_85_22_0.50_1.20_0.00_jpg_srz

setai_tower_bathroom_600.image

MANDARIN 

miami-room-deluxe-bay-view-bedroom miami-room-deluxe-skyline-view-room

Untitled

Nesse quesito, devo dizer que o Setai leva uma vantagem, afinal o seu serviço de piscina e praia são simplesmente D-I-V-I-N-O-S. Lembram, daquelas frescuras que eu mencionei acima, pois é, são dessas que eu me refiro, tipo um borrifador para o rosto, garrafinha de água geladinha, toalhinha úmida, protetor solar a disposição, etc…

Isso sem contar, com o conforto das espreguiçadeiras que eram super confortáveis, um serviço super eficiente para quando se fazia o pedido de comida na praia, além do restaurante com uma vista linda perto da piscina.

Em contrapartida, o Mandarin deixou um pouco a desejar, na area da piscina foi tudo perfeito, mas na area da prainha o serviço foi meio capenga, nada de frescura e muito menos atenção imediata, só depois de uns 30 minutos que eu havia chegado por lá e que um funcionário veio me perguntar se eu precisava de algo. Não gostei!

Agora, uma coisa devo dizer, correr no final da tarde circulando a ilha, ou pulando entre elas, bem ao lado da mar, com o vento batento no rosto, compensa qualquer falta de um bom serviço na prainha durante o dia.

SETAI

setai_miami_beach_pool

The-Beach

 MANDARIN

miami-pool-beach-boat MO2

Fotos: DQZ e Reprodução

Categorias: Viagens
Publicado por Lu Mich

Posts relacionados

  • DE PERNAS PARA O AR
    Pois é, ainda estou com o pé na estrada, e confesso que ando meio preguiçosa. Conciliar a vida de blogueira, sempre atenta as últimas tendências e babados do momento não está sendo uma tarefa das mais fáceis, mas eu... Continue lendo
  • MIAMI EUROPÉIA
    Hoje pela primeira vez em MIAMI, eu me senti em outro lugar fora dos Estados Unidos. Sem fazer críticas, mas além de compras, restaurantes e praia, Miami até então – para mim – não tinha outro atrativo. Quando disse... Continue lendo
  • Wynwood Walls Miami
    Entrar em Wynwood Walls para nós blogueiras, é o equivalente a entrar num parquinho de diversão para uma criança pequena. Nós, que pertencemos a esta tão peculiar raça, somos acometidas por uma instantânea reação, saímos fotografando como loucas. Apesar de... Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *